Notícias

Treinamento Mensal UNICAM recebe Segunda Edição do Sensei Naoyuki Hirakawa

Com o sucesso do último Treinamento feito com o Sensei Naoyuki na UNICAM, Sensei Naoyuki retorna com novo conteúdo para os sócios da UNICAM. Inscrevam-se já para não ficarem de fora! Vagas limitadas! Somente 50 alunos!
25% do valor das inscrições serão revertidos para as associações participantes.

Inscrições online até 9 de setembro!

Certificado com autenticação online permanente via QR Code para todos os participantes que se inscreverem e efetuarem o pagamento até o 9 de setembro.

Mais informações através do e-mail novaunicam@gmail.com

ou pelo whatsapp: https://wa.me/5521994872789?text=Ol%C3%A1%21+Gostaria+de+informa%C3%A7%C3%B5es+sobre+o+Treinamento+UNICAM.


Nascido em 7 de janeiro de 1944, na cidade de Nagasaki – Japão, Naoyuki Hirakawa teve uma infância humilde na lavoura. Devido à Segunda Guerra Mundial, ele com sua família vieram ao Brasil e se instalaram como colonos em uma fazenda na cidade de Londrina, interior do Paraná. Ali permaneceu trabalhando na vida do campo dos 16 aos 28 anos de idade.

Ao chegar no Brasil o jovem Naoyuki conhecia apenas o Heian Shodan, e durante 6 anos treinou sozinho, diariamente, num lugar preparado por ele no meio da mata um pouco afastado da fazenda. Ele imaginava de que formas poderia se tornar mais ágil e equilibrado para a prática de artes marciais e inventava sequências de movimentos, inimigos imaginários e possíveis combates; utilizava-se do que dispunha ali na floresta: árvores e animais. Pulava de árvores e provocava os cachorros grandes da fazenda para fazê-los atacar e desvencilhava-se dos bichos, mas chegava uma hora em que os cachorros cansavam e não conseguiam mais o alcançar, devido a agilidade adquirida com seu criativo método de treinamento.

Até que apareceu nas redondezas um jovem agrônomo de Okinawa, chamado Noshima, que realizava um trabalho temporário nas fazendas da região. Este jovem era 2º Dan de Kenpo Sorin Jijiu Karate, uma antiga arte marcial. Ao conhecê-lo Naoyuki aproveitou a oportunidade e em 3 meses aprendeu todos os katas necessários de faixa preta. Mas seu novo amigo voltou para o Japão e nosso Mestre voltou a treinar sozinho na mata por mais 7 anos e aperfeiçoou os conhecimentos adquiridos.

A cidade de Londrina recebeu a visita do mestre Shinzato, muito famoso, do estilo Shorin Ryu. Naoyuki ficou sabendo e correu para lá, conseguiu participar das aulas e num dia fez kumite com um de seus alunos. Como nunca tinha realizado kumite com pessoas – e sim com bichos – não conseguia atacar com perfeição mas a sua incrível agilidade impressionou o mestre Shinzato que pediu para que ele realizasse um outro combate com outro aluno. Então Naoyuki percebeu que este novo combate era muito mais difícil, o atleta tinha um ótimo condicionamento físico e uma técnica apurada, mas nem Naoyuki nem esse novo adversário conseguiram marcar pontos. Shinzato revelou ao final da luta que ele acabara de lutar com o campeão nacional e mundial de Karate e impressionantemente não fora atingido. Tempo depois, o mestre Shinzato retornou do Japão com um diploma de 2º Dan de Karate Shorin-Ryu para o Sensei Naoyuki, sua primeira graduação no Karate.

Ele, então, começou a dar aulas de Karate. Quando estava com cerca de 200 alunos, um amigo chamado Haritani veio pedir-lhe ajuda e Naoyuki deu sua academia para o amigo. Surpreendentemente, com o objetivo de mudar de vida e conhecer novos lugares, foi até a rodoviária com todo o dinheiro que tinha, mostrou à funcionária e pediu uma passagem para o lugar mais longe que ela pudesse mandá-lo. A moça deu-lhe uma passagem para a cidade do Rio de Janeiro.

Arte de Sensei Naoyuki

Chegando no Rio, nada conhecia. Com fome parou em uma padaria e o português, dono da padaria, viu aquela situação e ofereceu ajuda. Naoyuki morou nos fundos desta padaria e trabalhava na rua fazendo desenhos e caricaturas das pessoas. Nessa época nosso mestre passou fome, quando conseguia vender desenhos, comia e quando não, segurava a dor de nada ter para comer. Viveu esta dificuldade até conhecer um professor de judo que o apresentou a clubes para dar aulas de Karate.

Nos anos 70, conheceu um famoso e bem sucedido professor, dono de academias de Karate, chamado Raimundo Bastos, que o aconselhou a aprender o estilo Shotokan, pois seria melhor para dar aulas e sobreviver. Alugou então um dormitório nos fundos de uma academia e aproveitou para treinar muito e graduar-se no estilo.

Nos dias atuais, com mais de 80 anos de idade, o mestre tem uma rotina agitada, marcada por viagens a todos os pontos do Brasil, divulgando seus conhecimentos, avaliando e ensinando praticantes de diversas artes marciais.

É atualmente graduado em:
• 9º Dan de Karate Shotokan
• 4º Dan de Kenjutsu
• 2º Dan de Kenpo
• 2º Dan de Kendo
• 2º Dan de Karatê Shito-Ryu
• 2º Dan de Karatê Shorin-Ryu

Naoyuki trabalha com Acupuntura, Shiatsu, dá aulas de Kenjutsu e Karate, é presidente da Federação do Estado do Rio de Janeiro de Artes Marciais, e é fundador da arte Mugenryu, que revive artes antigas com técnicas de Taijutsu, Kendo e Kenpo. (http://www.mugenryu.com.br)

Sensei Furusho foi um grande amigo do Sensei Naoyuki e em setembro teremos a honra de recebê-lo novamente na UNICAM. Não perca esta oportunidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.